<p>Para o Iraque, as informações dadas por Powell destinam-se a justificar uma agressão contra o país</p>

Para o Iraque, as informações dadas por Powell destinam-se a justificar uma agressão contra o país

Thimothy A. Clary/AFP
Primeira reacção de Bagdad

Televisão iraquiana diz que discurso de Powell foi uma "comédia"

A televisão iraquiana classificou hoje de "comédia" a apresentação feita pelo secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, perante o Conselho de Segurança da ONU.


"A opinião pública internacional não encontrará nesta apresentação nada mais do que uma comédia", declarou o comentador de política da televisão iraquiana.

O chefe da diplomacia norte-americano levou hoje ao Conselho de Segurança, aquilo que diz serem provas de que o Iraque tem armas de destruição maciça, incluindo gravações de conversas interceptadas entre militares e responsáveis iraquianos, que dão conta da intenção de Bagdad de ocultar informação aos inspectores da ONU e de esconder equipamento proibido. Powell voltou a acusar o Iraque de manter ligações com a Al-Qaeda e afirmou que um dos responsáveis da rede terrorista foi acolhido pelo regime de Saddam Hussein.

"O jogo do pequeno Bush, através do seu chefe da diplomacia, é apenas uma tentativa desajeitada de repetir mentiras, visando induzir em erro a opinião pública e criar os pretextos para uma guerra contra o Iraque", acrescentou.

"A Administração americana do Mal tenta pressionar o Conselho de Segurança para que ele adopte uma nova resolução autorizando a agressão contra o Iraque", argumentou o comentador, para quem as fotografias e as gravações apresentadas revelam que "os EUA não têm qualquer prova de que o Iraque tenha em sua posse alegadas armas proibidas".

Artigos relacionados