Londres anunciou esta manhã o regresso de equipamento militar

Primeiros aviões de combate britânicos regressam ao Reino Unido

Um primeiro grupo de aviões de combate britânicos Tornado F3, que se encontravam integrado nas forças da coligação no Golfo Pérsico, chegaram esta tarde à base da Força Aérea Real britânica de Leuchars, no Reino Unido.


Imagens transmitidas pela Sky News mostraram quatro caça-bombardeiros a aterrar na base pelas 15h20, depois de terem sobrevoado Leuchars a baixa altitude, como manda a tradição.

Os Tornado F3 foram utilizados na ofensiva no Iraque para missões de intercepção aérea.

A chegada dos aparelhos segue-se ao anúncio de hoje pelo Ministério da Defesa britânico de que os seus navios de guerra, bem como helicópteros e aviões de combate iriam começar a abandonar a região, alguns para outras partes do mundo e outros com destino à Grã-Bretanha.

As fragatas “Marlborough” e “Liverpool” "vão partir rumo ao Extremo Oriente para participar em exercícios”, precisou um porta-voz do ministério à AFP.

"O porta-aviões 'Ark Royal' vai deixar em breve a região e regressar ao Reino Unido”, prosseguiu. O objectivo da Defesa britânica é “fazer regressar um determinado número de aviões e helicópteros de combate, nomeadamente os Tornado GR4 e F3”.

Quatro destes aviões regressam hoje mesmo à Escócia.

"Não faria sentido manter pessoal na região mais tempo do que o necessário. Alguns já regressaram e outros regressam em breve", disse o ministro das Forças Armadas, Adam Ingram.

"Isto não é de todo o início de uma redução a grande escala. O nosso compromisso com o futuro do Iraque não diminuiu e estamos nas primeiras etapasde começar a olhar para a fase pós-conflito", rematou o ministro.

Artigos relacionados