<p>Emanuel Silva e Fernando Pimenta festejam a sua medalha de prata olímpica</p>

Emanuel Silva e Fernando Pimenta festejam a sua medalha de prata olímpica

Foto: Adrees Latif/Reuters
Medalheiro

Média de medalhas de Portugal nos Jogos mantém-se: uma

A medalha de prata que Emanuel Silva e Fernando Pimenta (canoagem) conquistaram nos Jogos de Londres 2012, manteve a média de Portugal de uma medalha olímpica por edição, desde que se estreou nos Jogos Olímpicos, em 1912.


Em 23 edições, 23 medalhas, o que é uma das mais fracas médias entre os países europeus, apesar de alguma melhoria desde 1974. Pior do que Portugal, na União Europeia a 27, só mesmo Malta, Chipre e Luxemburgo.

Em Londres 2012, Portugal só conseguiu ficar à frente de novos “zeros” de Malta e Luxemburgo, juntando-se, por uma ocasião, à Áustria, país que, no entanto, tem já 86 medalhas, em 26 edições, só nos Jogos de Verão. Chipre conseguiu o seu primeiro pódio e igualou nestes Jogos os portugueses.

Comparando com todos os países da Europa, que não só os da União Europeia, Portugal não escapa à parte final da tabela, ficando no mesmo patamar que Chipre e Montenegro. Sem medalhas, só Áustria, Albânia, Malta, Luxemburgo, São Marino, Islândia, Lichtenstein e Ilhas Feroé.

Portugal “perde” para todos os países de população idêntica (aproximadamente 10 milhões de habitantes), nomeadamente para a Hungria (9,9 milhões e 17 medalhas), Bielorrússia (9,4 milhões e 13) e Suécia (9,4 milhões e 8).

Fica também atrás de países com cerca de metade da sua população, como a Dinamarca (5,5 milhões e 9), a Irlanda (4,5 milhões e 8) ou a Noruega (5,0 milhões e 4), ou francamente mais pequenos, como Estónia (1,3 milhões e 2), Eslovénia (2,0 milhões e 4) ou Croácia (4,2 milhões e 6).

Na Europa, numa classificação ponderada de população (população por medalha), Portugal só supera a Turquia - país que teve cinco medalhas e tem 74,7 milhões de habitantes, o que dá uma média de uma medalha por 14,9 milhões. No topo da lista, a Eslovénia, que com quatro medalhas e 2,0 milhões de habitantes tem uma média de medalha por meio milhão de habitantes.

No quadro final de medalhas, a classificação de Portugal é o 69.º lugar, não muito diferente do que ocupa no conjunto do “medalheiro” de sempre, em que é o 58.º.

Em 23 edições, Portugal conquistou quatro medalhas de ouro, todas no atletismo, sete de prata e 11 de bronze.

A maior “fatia” continua a ser do atletismo (todas entre 1976 e 2008), com dez. Seguem-se mais oito modalidades - vela (4), equestre (3), ciclismo (1), esgrima (1), judo (1), tiro - Fosso Olímpico (1), triatlo (1), canoagem (1).

Os “picos” de Portugal aconteceram em Los Angeles 84 e Atenas 2004, com três medalhas, enquanto em nove edições (das quais sete antes de 1974) regressou-se dos Olímpicos sem qualquer lugar no pódio.

Artigos relacionados