Descrição

O médio do Chelsea admite dificuldades, mas diz que "tudo pode acontecer"

Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters
Conferência de imprensa

Meireles persegue "o sonho de qualquer português"

O médio Raul Meireles afirmou hoje que é possível vencer o Euro 2012 e garantiu que a selecção portuguesa de futebol vai dar o melhor porque "tudo pode acontecer".


"É com esse objectivo que trabalhamos, é com esse objectivo que estamos aqui, acreditamos sempre que é possível ir o mais longe possível", afirmou o jogador do Chelsea, que venceu recentemente a Liga dos Campeões.

Mesmo que Portugal não seja considerado favorito à vitória na competição, Raul Meireles garantiu, em conferência de imprensa, que a equipa está focada em conseguir um bom desempenho e perseguir "o sonho de qualquer português".

"Toda a gente sabe que existem selecções com grande valor. O nosso é o chamado 'grupo da morte', com selecções fortíssimas, mas nós também temos o nosso valor e vamos tentar dar o nosso melhor para ir o mais longe possível. Surpresa ou não, queremos fazer um bom Europeu", frisou.

Meireles disse concordar com o capitão da selecção portuguesa, Cristiano Ronaldo, que apontou Holanda, Alemanha e Espanha como as grandes favoritas, mas rejeitou que isso influencie o resultado final.

"Dentro do campo não há favoritos, dentro de campo há os mesmos jogadores para cada lado. No futebol não há certezas, tudo pode acontecer e a questão está em trabalhar e encarar cada jogo como uma final", referiu Meireles que, com 128 internacionalizações em todas as selecções, reconheceu como "importante" a existência de um núcleo duro de jogadores que se conhecem "há bastantes anos".

Além do triunfo na Liga dos Campeões, Meireles trouxe também uma mensagem do companheiro de equipa Bosingwa, que foi afastado da selecção por motivos disciplinares: "Desejou-me a melhor sorte do Mundo e só disse que vai estar a torcer por nós, como português que é".

A melhor sorte do Mundo poderá passar pela vitória na final do Euro 2012, em Kiev, a 1 de Julho, um feito que, caso se concretize, poderá ficar marcado para sempre na pele de Raul Meireles.

"Ainda nem tive tempo para pensar nisso, mas é uma boa ideia, vou pensar melhor e talvez faça uma tatuagem a recordar um momento inesquecível", sublinhou o jogador, que disse nem hesitar na preferência por uma vitória em vez de marcar um golo.

Apesar da extensão da temporada, o médio do Chelsea assegurou estar em boa condição física, acrescentando que encontrou o grupo com "muita vontade de sucesso".

Após o cancelamento do treino vespertino, a selecção portuguesa volta a treinar-se na quarta-feira, às 10h00, numa sessão cujos primeiros 15 minutos serão abertos à comunicação social, no campo de treinos da unidade hoteleira da Praia d'El Rey, que será antecedida de uma roda de imprensa com um dos convocados de Paulo Bento.