Descrição

Fernando Santos no jogo com a Alemanha

Foto: Aris Messinis/AFP
Fernando Santos

"Claro que Ronaldo é o melhor do mundo"

O objectivo estava bem definido: ultrapassar a fase de grupos e chegar aos quartos-de-final do Euro 2012. E, para a Grécia de Fernando Santos, a missão foi cumprida. A selecção grega viu-se afastada da prova pela Alemanha com uma derrota que "não foi muito agradável", mas o treinador português destaca "a força mental e a paixão" dos seus jogadores. Santos considera ainda que "Portugal tem todas as condições para ganhar este Europeu" e não entende as críticas a Cristiano Ronaldo após o jogo com a Dinamarca.


Em conversa com o PÚBLICO no final da partida com a Alemanha, o seleccionador da Grécia começou por lamentar a forma como foi afastado do Euro 2012. O treinador ficou desagradado "pela forma como a Grécia acabou por perder o jogo" frente aos germânicos: "Uma derrota assim não é agradável. Se me dissessem que íamos fazer dois golos e perder o jogo, teria dificuldades em acreditar. Mesmo sendo contra a Alemanha, que tem um conjunto poderosíssimo."

Fernando Santos acreditava que "fazendo um golo", a Grécia teria "condições para dificultar muito o trabalho à Alemanha", mas lamenta que a sua equipa tenha defendido "sempre muito atrás". "Nunca tivemos a bola e ao segundo pontapé de baliza já a despachávamos para a frente. Com isso, a equipa não conseguia respirar e esteve sempre debaixo do sufoco alemão", analisa. O treinador confessa que acreditou que era possível ganhar após Samaras fazer o empate, mas quando a Grécia estava "a jogar melhor e a aproveitar aquilo onde a Alemanha tem mais dificuldades, que é a jogar entre linhas, a manta esticou-se à frente, mas destapou-se atrás".

Com o fim da competição para a Grécia, que mostrou "força mental e paixão" nos quatro jogos, aspectos que "devem ser lembrados", Fernando Santos coloca Alemanha, Espanha e Portugal como as três selecções que "têm todas as hipóteses de ganhar o Euro 2012". No conjunto germânico, "que tem poucos pontos fracos", o técnico realça o "pragmatismo" e "alguns grandes jogadores de qualidade que podem fazer a diferença". Santos, porém, salienta que há "algum desgaste" nos jogadores do Bayern, o que obrigou Joachim Löw a fazer "a gestão do cansaço da equipa" contra a Grécia, deixando Gomez e Müller no banco.

O percurso da selecção portuguesa, que garantiu um lugar nas meias-finais após três vitórias seguidas, não é uma surpresa. Fernando Santos considera que Portugal está a fazer "o que se esperava" e agora também é "um dos candidatos". E Cristiano Ronaldo? Tem sido o melhor jogador do Euro 2012? A resposta do treinador português foi pronta: "O Cristiano Ronaldo é o Cristiano Ronaldo. Não sei porque bateram tanto nele antes. Agora já acham que ele é o melhor do mundo? Claro que é."

Com contrato com a federação grega até 2014, o seleccionador vai "de férias até Agosto" quando volta ao trabalho para preparar a fase de qualificação para o Mundial 2014, onde os helénicos estão no Grupo G e têm como principais adversários a Eslováquia e a Bósnia. "Vemo-nos no Brasil", garante o treinador português.